Esportes

Times da Série A avaliam propostas de gestoras de private equity

MILÃO, 28 SET (ANSA) – Os clubes da Série A se reuniram nesta segunda-feira (28) em Milão, na Itália, para avaliar as ofertas de fundos de private equity que desejam entrar na estrutura acionária da empresa de mídia criada para gerir os direitos de transmissão e comerciais da liga.   

Entre os presentes na reunião, estavam os presidentes Paolo Scaroni, do Milan, Steven Zhang, da Inter de Milão, e Andrea Agnelli, da Juventus. Os CEOs da Internazionale, Alessandro Antonello, e do Milan, Ivan Gazidis, também marcaram presença.   

As equipes do campeonato avaliam duas propostas que a Lega Serie A recebeu. Uma delas é do consórcio CVC-Advent-FSI, que é avaliada em 1,6 bilhão de euros. A outra, no entanto, tem valor de 1,35 bilhão de euros e foi realizada pela gestora Bain Capital-NB.   

Segundo um relatório da consultoria Deloitte, a Série A, que é um dos torneios mais tradicionais do mundo do futebol, gerou 2,495 bilhões de euros em receitas na temporada 2018/19, sendo 1,460 bilhão em direitos televisivos.   

Já em termos de arrecadação, a liga italiana fica atrás somente da Premier League (5,851 bilhões), La Liga (3,375 bilhões) e Bundesliga (3,345 bilhões) entre as torneios nacionais na Europa. (ANSA).   

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ Mulher sobe de salto alto montanha de 4 mil metros

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar