Esportes

Time do Botafogo faz protestos em campo no retorno do Carioca

Jogadores entraram no gramado carregando faixa que pedia respeito às vidas e se ajoelharam no decorrer da partida em homenagem ao movimento 'vidas negras importam'

Time do Botafogo faz protestos em campo no retorno do Carioca

Contrário ao retorno do Campeonato Carioca, o Botafogo fez questão de marcar a posição com protestos na primeira partida do retorno competição, contra a Cabofriense, na manhã deste domingo. O elenco entrou em campo no Nilton Santos carregando uma faixa com os dizeres “Protocolo bom é o que respeita vidas”. Depois de respeitar um minuto de silêncio em respeito às vítimas do coronavírus, os jogadores se ajoelharam em campo em homenagem ao movimento vidas negras importam.

Na véspera da partida, praticamente todos os atletas do elenco já haviam publicado um manifesto em seus perfis nas redes sociais. No texto, demonstram repúdio ao retorno da competição e à punição do treinador Paulo Autuori por críticas feitas à Ferj, depois suspensa por liminar do STJD.

Ver essa foto no Instagram

+ Briga de vizinhos termina com personal trainer morta a facadas no interior de SP

O elenco do Botafogo de Futebol e Regatas vem a público lamentar e demonstrar total desaprovação ao retorno do Campeonato Carioca diante de uma pandemia mundial de grandes proporções e também à punição do TJD ao nosso comandante, Paulo Autuori, por nos representar perante a sociedade. Somos apaixonados pelo que fazemos, o futebol é a nossa vida, mas entendemos que o momento não é o ideal para colocar novas vidas em risco diante de um cenário em que a contagem de mortos, infelizmente, é diária. No aspecto esportivo, necessitamos de tempo para a preparação e prevenção de lesões, o que se torna inviável com um retorno prematuro. Somos profissionais e estamos treinando sob os rigorosos cuidados do clube, que desde sempre priorizou a nossa saúde e de seus colaboradores. Sabemos que não estamos sozinhos nessa luta e que "honrar as cores do Brasil de nossa gente" é mais do que uma frase no hino do centenário clube que defendemos. Seguimos fortes para enfrentarmos os obstáculos que encontraremos pela frente, todos juntos pela vida e pela liberdade de expressão. Vamos a campo representar a Gloriosa instituição, mas sob protesto. Atletas do Botafogo de Futebol e Regatas.

Uma publicação compartilhada por Caio Alexandre (@caioalexandre99) em

No intervalo da partida, o dirigente Carlos Augusto Montenegro fez ainda críticas à liberação de uma parte do público nas próximas semanas.

– Ouvi que os estádios estarão liberados a partir do dia 10 de julho para 1/3 da capacidade.Primeiro, aconselho quem for a levar um terço e rezar muito. Segundo, virou um liberou geral – afirmou Montenegro.

Durante todo o debate sobre a retomada do Estadual, o Alvinegro se manteve contra à retomada do torneio, mesma posição sustentada pelo Fluminense.

Veja também

+ Avó de Michelle Bolsonaro morre após 1 mês internada com covid-19

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?