Economia

TIM encerra 1º trimestre com alta de 89% no lucro líquido, para R$ 250 milhões

A TIM registrou lucro líquido 89,1% maior no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período de 2017, de R$ 250 milhões, contra R$ 132 milhões em igual intervalo de 2017.

O Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) no critério normalizado – pela venda de torres e custos temporários de RH e despesas gerais e administrativas – teve alta de 16,4%, chegando a R$ 1,47 bilhão, enquanto a margem Ebitda normalizada ficou em 35,5%, maior que a de 32% no mesmo intervalo do ano passado.

A receita líquida chegou a R$ 4,139 bilhões, alta de 4,8% em relação ao primeiro trimestre de 2017. “Esse é o quinto trimestre consecutivo com crescimento nessa linha”, destaca o informe de resultados, impactada pela receita líquida de serviços, que cresceu 6,4% em um ano e vem acelerando nos últimos cinco trimestres.

No trimestre, o resultado financeiro líquido ficou negativo em R$ 170 milhões, 64,9% maior, impactado, principalmente, pelo reconhecimento da atualização monetária de contingências cíveis e fiscais, referente à processos antigos que passaram de provável para possível no trimestre, parcialmente compensados por um melhor resultado de tesouraria, como explica a mensagem da administração.