Esportes

Tiago Chulapa comemora volta à liderança de seu time na Tailândia

Atacante brasileiro diz que segredo do sucesso é o equilíbrio do NongBua Pitchaya

Tiago Chulapa comemora volta à liderança de seu time na Tailândia

Um dos grandes favoritos da edição 2020 da Thai League 2, o NongBua Pitchaya voltou a vencer na competição e reassumiu a primeira colocação do torneio. Com boa atuação do atacante Tiago Chulapa, a equipe bateu o então líder Phrae por3 a 2 na última rodada. Para o curitibano, o reencontro com a vitória após três empates foi fundamental.

– Entramos em campo com a responsabilidade de por o NongBua novamente no caminho das vitórias. Saímos atrás, viramos o placar, sofremos o empate, mas felizmente aos 48 minutos da etapa final marcamos o gol decisivo. Somos líderes, permanecemos invictos e estamos jogando um bom futebol. Nosso começo de caminhada está sendo como previsto – declarou.

No próximo sábado o NongBua Pitchaya visitará o Samut Sakhon, equipe que está atualmente na zona de rebaixamento da competição. Para o camisa 88, o equilíbrio de seu time é o que vem sustentando a boa campanha até aqui.

– Possuímos o terceiro melhor ataque e uma das três melhores defesas entre todos os disputantes. Isso indica claramente que estamos bem em todos os setores e isso é essencial num campeonato longo como esse – definiu.

Veja também

+ Confira 4 dicas para descobrir se o mel é falsificado

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar