Esportes

Thiago Carleto decide e Vitória supera Sampaio Corrêa em casa

O Vitória estreou na Série B do Campeonato Brasileiro com o pé esquerdo de Thiago Carleto. Ele foi o autor do único gol do triunfo, por 1 a 0, sobre o Sampaio Corrêa. O duelo, disputado na noite deste sábado, foi realizado com portões fechados, por conta da pandemia de covid-19, no estádio Barradão, em Salvador (BA).

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

O Vitória começou a partida pressionando e criou boas oportunidades nos primeiros minutos. Logo no primeiro, Jordy Caicedo exigiu boa intervenção do goleiro Gustavo. Depois, aos três, Vico desperdiçou ótima chance, quase na pequena área, ao mandar por cima do travessão. Aos 4, Alisson Farias arriscou de longe e mandou na rede pelo lado de fora.

Os donos da casa seguiram controlando as ações, mas passaram a encontrar maiores dificuldades para criar. Aos 17, porém, abriram o placar. O lateral-esquerdo Thiago Carleto bateu pênalti com categoria e balançou as redes. A infração foi cometida por Paulo Sérgio sobre Jordy Caicedo.

Os últimos minutos de partida tiveram domínio maranhense. Aos 39, Diego Tavares soltou a pancada de fora da área e parou em defesa de Ronaldo, evitando o empate do Sampaio Corrêa. Já aos 42, Gabriel Furtado saiu errado, Diego Tavares aproveitou e acionou Jackson, que girou e bateu forte, também parando no arqueiro.

A etapa final começou devagar. Não à toa, o primeiro bom momento aconteceu apenas aos 18 minutos. Após bola alçada na área, Jordy Caicedo se posicionou bem e conseguiu fazer a cabeçada. O toque, porém, saiu fraco, facilitando sensivelmente a defesa do goleiro do Sampaio Corrêa.

Os visitantes, então, pressionaram e tiveram duas chances principais. Aos 26, o empate quadricolor ficou bem perto. André Luiz emendou de fora da área, visando o cantinho, mas o arqueiro Ronaldo fez uma grande defesa.

Pouco depois, aos 31, o rubro-negro operou um pequeno milagre. Caio Dantas recebeu dentro da área e finalizou forte, a bola desviou no meio do caminho e, mesmo assim, o goleiro apareceu para impedir o empate.

O Vitória volta a campo na próxima terça-feira, 11, quando visita o Figueirense, às 21h30, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis (SC). O Sampaio Corrêa, por outro lado, recebe o Juventude, um pouco antes, às 19h15, no Castelão, em São Luís (MA).

FICHA TÉCNICA:

VITÓRIA 1 x 0 SAMPAIO CORRÊA

VITÓRIA – Ronaldo; Jonathan Bocão, Gabriel Furtado, João Victor e Thiago Carleto; Guilherme Rend (Romisson), Fernando Neto (Jean) e Marcelinho; Vico (Mateusinho), Alisson Farias e Jordy Caicedo (Léo Ceará). Técnico: Bruno Pivetti.

SAMPAIO CORRÊA – Gustavo; Joazi (Luis Gustavo), Paulo Sérgio, Daniel Felipe e João Victor; André Luís, Eloir, Daniel Penha (Gustavo Ramos) e Diego Tavares (Marcinho); Roney e Jackson (Caio Dantas). Técnico: Léo Condé.

GOL – Thiago Carleto, aos 18 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS – Guilherme Rend, Fernando Neto, Marcelinho e Jordy Caicedo (Vitória); Eloir (Sampaio Corrêa).

ÁRBITRO – Antônio Dib Moraes de Souza (PI).

RENDA E PÚBLICO – Jogo sem torcida.

LOCAL – Estádio Barradão, em Salvador (BA).

Veja também

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Morre mãe de Toni Garrido: “Descanse, minha rainha Tereza”

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea