Geral

Testemunha de processo contra Netanyahu morre em queda de avião


TEL AVIV, 14 SET (ANSA) – O ex-vice-diretor do Ministério das Comunicações de Israel Haim Geron morreu nesta segunda-feira (14) na queda de uma pequena aeronave na Grécia, informam as autoridades do país.   

O israelense era uma das testemunhas do processo de corrupção contra o ex-premiê Benjamin Netanyahu.   

Geron e sua esposa, Esti, estavam em um Cessna que partiu de Haifa, em Israel, e caiu próximo à ilha de Samos, pouco antes do pouso. Agora, a Grécia investiga os motivos do acidente.   

Netanyahu está respondendo judicialmente pelo suposto benefício dado a proprietários de uma empresa de comunicação israelense para fazer pautas positivas sobre seu governo. Geron era uma das testemunhas mais importantes, pois esse caso específico passava pela pasta em que atuava.   

O julgamento do chamado “Caso 4000” foi retomado nesta segunda-feira (13) após três meses de paralisação. Em seu depoimento, ocorrido em abril, Netanyahu negou todas as acusações e disse ser alvo de uma “tentativa de golpe”. (ANSA).   

Veja também
+Deolane Bezerra, viúva de MC Kevin, revela que fez cirurgia na vagina
+ Vídeos mostram pessoas preparando saladas com Cheetos no TikTok
+ Mulher e filho de Schumacher falam sobre saúde do ex-piloto
+ Carvão “gourmet” que não suja as mãos vira meme nas rede sociais; ouça
+ Mãe encontra filho de 2 anos morto com bilhete ao lado ao chegar em casa
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago