Um teste para a prova de natação em águas abertas previsto para segunda-feira (10) não será realizado devido ao aumento da vazão do rio Sena, informou nesta sexta-feira (7) a prefeitura da região de Ile-de-France, à qual pertence Paris, a 50 dias dos Jogos Olímpicos.

O teste, que tinha como objetivo permitir que os nadadores franceses se familiarizassem com o rio antes da prova olímpica, foi cancelado devido à forte vazão, atualmente de 349 metros cúbicos por segundo, frente aos 100 metros cúbicos esperados para o período das Olimpíadas, de 26 de julho a 11 de agosto.

Seria “perigoso” para os nadadores, explicou a prefeitura.

A primavera em Paris tem sido muito chuvosa, o que complicou a preparação para os Jogos Olímpicos, sobretudo no Sena, onde será realizada a cerimônia de abertura, um desfile fluvial inédito, e as provas de triatlo e natação em águas abertas.

O ensaio para a cerimônia de abertura, que deveria ter sido realizado no final de maio, também foi adiado devido ao forte fluxo, e foi remarcado para 17 de junho.

Durante o último verão parisiense, um teste para a prova de natação em águas abertas já havia sido cancelado devido a fortes chuvas que contaminaram a água.

O nado da prefeita de Paris, Anne Hidalgo, no Sena, marcado para 23 de junho como um gesto para demonstrar o estado ideal das águas do rio, também deve ser adiado.

“Devido às fortes chuvas de maio e à vazão muito forte do rio, o nado de 23 de junho provavelmente será adiado”, disse a Prefeitura à AFP. A nova data está prevista para 30 de junho.

dec/dar/pm/dam/yr