Comportamento

Termina nos EUA seleção de jurados para julgamento de Harvey Weinstein

Termina nos EUA seleção de jurados para julgamento de Harvey Weinstein

Harvey Weinstein entra na corte penal do estado de Nova York, em Manhattan, em 16 de janeiro de 2020 - AFP

Sete homens e cinco mulheres decidirão o destino do ex-produtor de cinema americano Harvey Weinstein em seu julgamento em Nova York (leste dos EUA) por abuso sexual e estupro.

A acusação e a defesa concordaram com a seleção dos 12 jurados e seis suplentes, depois de interrogarem mais de 700 candidatos em potencial convocados ao tribunal por duas semanas.

Aqueles que eram vistos como imparciais ou conheciam o réu ou suas supostas vítimas – como a top model Gigi Hadid – foram deixados de lado.

Weinstein, 67 anos, pode ser condenado a uma pena máxima de prisão perpétua se for considerado culpado de agressão sexual predatória, neste caso considerado emblemático para o movimento #MeToo.

O julgamento deve durar cerca de dois meses e terminar em 6 de março. As alegações iniciais da acusação e defesa estão agendadas para quarta-feira, 22 de janeiro.