Economia

Tereza: possibilidade de importar fertilizantes russos durante guerra é totalmente descartada


A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, descartou totalmente a possibilidade de se importar fertilizantes russos durante a guerra na Ucrânia e reconheceu o impacto do conflito na Europa nos preços dos alimentos.

“Temos suspensão desse comércio porque não temos como pagar esses produtos, nem navios para carregar. Enquanto houver guerra, é totalmente descartada a possibilidade de receber fertilizantes”, declarou a ministra nesta quinta-feira durante a transmissão ao vivo nas redes sociais do presidente Jair Bolsonaro (PL). Ela também disse que o Irã vai substituir o abastecimento de ureia que viria da Rússia.

Eleições 2022

Nome favorito do Centrão para assumir a vice de Bolsonaro nas eleições de 2022, Tereza Cristina ainda pediu diálogo entre os três poderes para a resolução dos problemas do Brasil. “Está faltando uma conversa”, declarou a ministra, que decidiu o União Brasil pelo Progressistas, partido da base aliada do governo.

Em um aceno à sua base eleitoral, Bolsonaro voltou a defender na live de hoje o armamento da população e usou Tereza Cristina para argumentar que as mulheres, supostamente, ficariam em situação de igualdade com homens se andassem armadas.

“Quem é mais forte, eu ou Tereza Cristina? Armados, estamos em situação de igualdade. Logicamente, ninguém quer conflito, mas quem está armado impõe respeito”, declarou o presidente.