Geral

‘Tenho pesadelos e acordo assustado’, diz homem preso 30 dias sem provas

Crédito: Reprodução

Após ter passado 30 dias na cadeia, acusado sem provas de ter roubado dois empresários e de tentar extorqui-los, Eduardo de Assis Fernandes, de 44 anos, relata que ter saído da prisão não o livrou dos sentimentos ruins. As informações são do UOL.

“Não consigo dormir à noite. Tenho pesadelos e acordo assustado, com medo do que pode acontecer a partir de agora”, diz Fernandes.

+ Sem provas, homem é preso com base em foto do Facebook por roubo e extorsão

Ele foi preso em outubro, em Queimados, no Rio de Janeiro, após ter sido identificado pelas vítimas por meio de uma foto de 2016, extraída do perfil dele no Facebook.

Na época, a própria polícia admitiu que não havia provas contra ele, apesar de ter pedido sua prisão temporária, que foi autorizada pela Justiça, para que Fernandes não atrapalhasse as investigações.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

O juiz Luiz Gustavo Vasques, da Comarca de Queimados, atendeu o pedido da Polícia Civil e emitiu decisão. “Conclui-se que ainda há muitos passos a serem dados ao longo da investigação, sendo essencial a segregação do suspeito para a livre e desembaraçada colheita de provas”, diz Vasques.

Fernandes foi solto por falta de provas no dia 22 de novembro, e ficou apreensivo se ainda teria o emprego, mas os colegas de trabalho o receberam bem.

“No país em que vivemos, alguém preso automaticamente é visto como bandido. Mas me deram boas-vindas e me abraçaram. Estou trabalhando em dois lugares e estou muito feliz que o ocorrido não me prejudicou profissionalmente”, diz.

Preso na frente dos filhos enquanto cozinhava para eles, Fernandes conta que o tempo em que permaneceu na cadeia trouxe de volta um trauma familiar. Abandonado pelo pai ainda muito novo, ele jurou que jamais faria o mesmo com a própria família, mas sentiu que sua prisão o forçou a isso.

“Eu os deixei obrigatoriamente e sofri muito durante todo o tempo em que estive preso. Senti saudade, desespero e tristeza”, diz Fernandes, que sentiu medo da família o abandoná-lo nesse período, mas aconteceu justamente o oposto. “Fiquei muito feliz e pedi perdão por algo que não tinha feito”, conta.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Ticiane Pinheiro posa de maiô decotado e internautas suspeitam de gravidez
+ Denise Dias faz seguro do bumbum: “Meu patrimônio”
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel