Economia

Temer: reforma da Previdência visa a combater os privilégios

O presidente Michel Temer (PMDB) voltou a defender a reforma da Previdência como instrumento de combate a privilégios do funcionalismo público e pregou a eliminação de preconceitos e do que chamou de notícias equivocadas a respeito da proposta de emenda constitucional que muda as regras da aposentadoria.

“É fundamental fazer a reforma da Previdência, que visa precisamente a combater os privilégios. Fazer a reforma da Previdência é proteger os pobres que pagam pelos que ganham muito no serviço público”, declarou o peemedebista durante breve discurso em cerimônia de premiação da revista IstoÉ a brasileiros que se destacaram em 2017, na noite desta terça-feira, 5, em São Paulo.

Temer criticou a disseminação de notícias equivocadas, citando como exemplo a informação errada de que a idade mínima de aposentadoria – 65 anos para homens e 62 anos para mulheres – valeria logo no dia seguinte à aprovação da reforma. “Ao longo de 20 anos é que se vai atingir a idade limite de [mais de] 60 anos”, contestou o presidente, numa referência à regra de transição da reforma.

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ Mulher sobe de salto alto montanha de 4 mil metros

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar