Cultura

Temas guiam programação do Teatro Municipal de SP e diálogo entre espetáculos

Para Hugo Possolo, a programação do segundo semestre do Teatro Municipal de São Paulo tentou buscar um equilíbrio entre as demandas dos corpos artísticos e a relação com o público. O que só é possível, diz, a partir de um sentido curatorial que leve em consideração o interesse público e não o gosto pessoal, que deve guiar a busca do sentido do teatro para a cidade.

“Um conceito fundamental é o de que certas ações podem estar ligadas a temas”, explica o diretor artístico do Teatro Municipal. Um exemplo é a ópera Prism, atração de setembro, que trata de abusos à mulher. “Ela estará acompanhada de uma discussão de dois, três dias sobre o feminino na ópera, o que são as personagens femininas, o fato de que são criadas por homens. Ou seja, a gente faz a difusão, mas coloca a obra em discussão”, afirma.

A mesma ideia permanece em seguida, com um pequeno festival em torno de um espetáculo no qual o Balé da Cidade de São Paulo vai reapresentar a coreografia Jeito de Corpo. “Criamos a ideia do Festival Eté, que em tupi quer dizer corpo, mas também genuíno. É uma oportunidade para pensar as expressões genuínas do corpo. E podemos ter uma leitura mais ampla, com um espetáculo de mímica, um espetáculo de circo, uma peça de teatro, um espetáculo que estamos fechando sobre o corpo não normativo e como ele é visto. Ou seja, a ideia é pensar um conjunto de expressões que dialoguem com a atração de um de nossos corpos estáveis.”

Em outubro, haverá semanas dedicadas às crianças, com espetáculos que promovam a interação do público infantil com a música, “resgatando um espírito de proximidade, que vá além do simples contato com um espetáculo”, segundo Possolo.

Nos planos do diretor estão também programações dos corpos estáveis em teatros de bairro e em CEUs, em parceria com a Secretaria de Educação. “O objetivo é que eles possam visitar todas as regiões da cidade, em contato com um público que não tem acesso ao teatro”, acrescenta. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.