Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

O técnico Lisca chegou nesta quarta-feira a Recife para assumir o comando do Sport em substituição a Gilmar Dal Pozzo, que não resistiu à queda de produção do time na Série B e acabou demitido. Logo no primeiro contato, o novo treinador mandou um recado para torcedor rubro-negro.

“Quero que a torcida nos apoie, que confie, acredite. Não vai ser fácil essa recuperação, mas eu conto com a energia positiva e o amor que vocês têm pelo clube. Espero que isso passe para o nosso jogador e, juntos, possamos buscar os nossos objetivos. Domingo, o jogo é fora (Vasco, no Rio), mas no sábado que vem (duelo contra o Londrina) eu tenho certeza de que a Ilha (do Retiro, estádio do Sport) vai rugir”, falou o treinador ainda no aeroporto.

Bastante empolgado, Lisca disse estar muito feliz por voltar a trabalhar em Recife e prometeu muita entrega. “Demorou um pouco para eu voltar a trabalhar aqui. Quero participar da família Sport e estou muito feliz. Sei que tem muito trabalho e eu adoro trabalhar. Não foi fácil chegar a essa condição de treinar um clube do tamanho do Sport e vou valorizar demais minha passagem.”

O comandante falou ainda da repercussão que a sua chegada está tendo desde que foi anunciado como técnico. “Tenho acompanhado pelas redes sociais e estou muito feliz. Essa aceitação me deixa muito feliz, mas agora, precisamos corresponder, apresentar resultados, precisamos de desempenho para poder comemorar, de fato, este casamento.”

E Lisca, de fato, vai ter que arregaçar as mangas em seu novo clube. Apesar de ocupar a quinta colocação na classificação da Série B do Brasileiro, o time vem em queda. Nos últimos cinco jogos, foram três empates e duas derrotas. O aproveitamento da equipe é de 46,7%. O ataque é o setor que mais preocupa a torcida. Em 15 rodadas, o Sport marcou apenas dez gols.