Esportes

Técnico do Flu prevê dificuldades contra o Peñarol na Copa Sul-Americana

Após eliminar o Atlético Nacional, em Medellín, o técnico Fernando Diniz já projetou o duelo com o Peñarol pelas oitavas de final da Copa Sul-Americana. E, na avaliação do treinador do Fluminense, o time carioca terá dificuldades diante do tradicional rival uruguaio.

“É uma equipe muito tradicional do futebol sul-americano, assim como o Atlético, que recentemente é um dos times mais ganhadores na América do Sul”, afirmou o treinador, após a derrota para o time colombiano por 1 a 0, na noite desta quarta-feira, em Medellín. Classificou-se porque vencera o jogo de ida por 4 a 1.

Sem entrar em detalhes, Diniz previu um duelo complicado com os uruguaios. “A gente sabe das dificuldades, eles enfrentaram o Flamengo no Maracanã pela Libertadores. E acho que serão dois jogos difíceis, mas espero que a gente consiga fazer bons jogos e alcance a classificação”, declarou.

Apesar disso, o treinador evitou apontar favoritos para o futuro confronto das oitavas de final. “A Copa Sul-Americana não tem times favoritos, são 16 clubes e todos tem condições de ganhar. Têm algumas equipes mais tradicionais, mas não vejo nenhuma como favorita”, afirmou.

Embora o Fluminense tenha saído de campo com a derrota, Diniz saiu satisfeito com a atuação da sua equipe nesta quarta. Principalmente porque o time carioca não se abalou ao levar o gol logo aos três minutos de jogo (Barcos anotou).

“Sair perdendo aos três minutos é uma situação difícil, mas a gente sabia que poderia acontecer e o time não se desesperou. Fizemos um bom primeiro tempo, tivemos chances de marcar, mas a bola não entrou. O Atlético também teve chances, o jogo ficou um pouco perigoso por conta do gol, mas no segundo tempo, tivemos uma postura bem segura e limitamos as chances deles”, analisou.