Geral

TCU dá dez dias para Manaus dizer se foi pressionada por ministério para usar cloroquina

Crédito: Divulgação

Pazuello tenta convencer médicos de Manaus a usar cloroquina no tratamento preventivo da Covid-19 (Crédito: Divulgação)


O ministro do Tribunal de Contas da União (TCU) Benjamin Zymler determinou, na última sexta-feira (5), o prazo de dez dias para que a Secretaria de Saúde de Manaus (AM) informe se foi pressionada pelo Ministério da Saúde para usar cloroquina e ivermectina para tratamento dos pacientes com Covid-19.  As informações são do G1.

O pedido foi baseado em notícias vinculadas na imprensa e é referente à visita que o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, fez à capital do Amazonas, dias antes do sistema de saúde da cidade entrar em colapso.

O documento “solicita a apuração da responsabilidade dos envolvidos e aplicação das sanções cabíveis diante do exercício das atribuições inerentes aos cargos em desencontro das finalidades a que se destinam os atos”.

A decisão foi após pedido do subprocurador-geral Lucas Rocha Furtado, do Ministério Público de Contas, que também determinou que os medicamentos não fossem usados.

Veja também
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago