Geral

TCU dá 15 dias para Ministério da Saúde explicar distribuição de cloroquina

Crédito: AFP

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, durante coletiva de imprensa sobre a covid-19 no Palácio do Planalto, em Brasília, 7 de janeiro de 2020 (Crédito: AFP)


O ministro Bejamin Zymler, do Tribunal de Contas da União (TCU), deu o prazo de 15 dias para que o Ministério da Saúde e o Exército informe sobre a produção e distribuição de cloroquina contra a Covid-19. O medicamento não tem eficácia comprovada contra a doença. As informações são do G1.

O TCU pediu informações sobre o armazenamento de 3 milhões de comprimidos do medicamento que foram doados pelos Estados Unidos e os critérios para distribuir os medicamentos produzidos pelo  Laboratório Químico e Farmacêutico do Exército.

O ministro também solicita informações sobre a dispensa de licitação para compra do Sal Difosfato, substância usada para produzir cloroquina. A área técnica do TCU já tinha apontado ilegalidade no fornecimento do medicamento pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS