Economia

Taxas futuras de juros seguem dólar e engatam nova sessão de baixa

Os juros futuros abriram esta quarta-feira, 22, estáveis, mas depois recuavam em sintonia com o enfraquecimento do dólar ante o real, em dia mais tranquilo no exterior e dando continuidade ao movimento da véspera. O destaque fica por conta do da pesquisa CNT/MDA sobre desempenho pessoal e do governo de Jair Bolsonaro, às 11h, além do Fórum Econômico Mundial, em Davos, na Suíça.

O dólar opera mais fraco ante outras moedas emergentes diante do ambiente mais calmo em relação ao surto de coronavírus na China. Nesta quarta-feira, o presidente dos EUA, Donald Trump, disse que o surto de coronavírus iniciado na China está sob controle.

Às 9h38, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2021 estava em 4,375%, de 4,390% no ajuste de terça-feira. O DI para janeiro de recuava para 5,57%, para 5,60%, enquanto o vencimento para janeiro de 2025 marcava 6,31%, de 6,34% no ajuste anterior.

Tópicos

taxas de juros