Economia

Taxas de juros rondam estabilidade com Previdência no radar e antes de ata

Os juros futuros abriram estáveis na manhã desta segunda-feira, 24, após caírem na sexta-feira, 21, com investidores à espera de novidades sobre a tramitação da reforma da Previdência na comissão especial da Câmara e pela divulgação da ata do Copom e IPCA-15 de junho. Apenas nos contratos mais longos, como para janeiro de 2025, o viés era de alta.

Às 9h15 desta segunda-feira, a taxa do contrato de depósito interfinanceiro (DI) para janeiro de 2021 estava em 5,85%, na máxima, de 5,84% no ajuste de sexta-feira. O DI para janeiro de 2023 exibia 6,67%, mesma taxa do ajuste de sexta-feira. O vencimento para janeiro de 2025 marcava 7,22%, de 7,20% no ajuste anterior.

Tópicos

taxas de juros