Geral

Taxa de isolamento fica em 55% no estado de São Paulo. Capital tem 57%

O percentual de isolamento social no estado de São Paulo foi de 55% neste domingo (24), informou o Sistema de Monitoramento Inteligente (SIMI-SP) do governo estadual. A central de inteligência analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social.

“Ontem registramos 55% de isolamento social no estado de São Paulo. Na capital, o índice foi de 57%. Parabéns à população que, ao ficar em casa, está ajudando a salvar vidas. A manutenção desses números é importante para reduzir o contágio e frear o avanço do coronavírus no estado”, disse o governador João Doria, que se manifestou na rede social Twitter.

Segundo estimativa do estado, a taxa mínima para diminuir a propagação do novo coronavírus e evitar um colapso no sistema de saúde é 55%. A ideal seria acima de 70%.

No último sábado (23), a taxa de isolamento social no estado foi de 51% e, no sábado anterior (16), de 50%. No domingo anterior (17), a taxa chegou a 54%. Na capital paulista, o percentual ficou em 56% no domingo anterior, em 53% no último sábado (23) e em 52% no sábado anterior (17).

O sistema é atualizado diariamente para incluir informações de municípios e pode ser acessado no site http://www.saopaulo.sp.gov.br/coronavirus/isolamento.

Antecipação de feriados

A prefeitura de São Paulo antecipou os feriados de Corpus Christi e da Consciência Negra para quarta-feira (20) e quinta-feira (21) passadas e concedeu ponto facultativo na sexta-feira (22) para tentar aumentar a adesão à quarentena na cidade.

O governo estadual também conseguiu que os deputados estaduais aprovassem o projeto que antecipou o feriado da Revolução Constitucionalista, celebrado em 9 de julho, para esta segunda-feira (25), criando um megaferiado estendido.

Veja também

+ Por falta de provas, Justiça nega pedido da defesa da ex-mulher do atacante Dudu
+ Namoro de Angela Ro Ro chega ao fim e ela desabafa: “Fui traída e usada”
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior