Economia

Taxa de desemprego fica em 14,3% no trimestre até outubro, diz IBGE

A taxa de desocupação no Brasil ficou em 14,3% no trimestre móvel encerrado em outubro, de acordo com os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) mensal divulgados nesta terça-feira, 29, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

O resultado ficou abaixo do piso de 14,50% das expectativas dos analistas consultados na pesquisa do Projeções Broadcast, cujo teto era de 15,00%, com mediana de 14,70%.

Em igual trimestre móvel de 2019, a taxa de desemprego medida pela Pnad Contínua estava em 11,6%. No terceiro trimestre, encerrado em setembro, a taxa de desocupação ficou em 14,6%.

A renda média real do trabalhador foi de R$ 2.529 no trimestre até outubro. O resultado representa alta de 5,8% em relação a igual trimestre móvel do ano anterior.

A massa de renda real habitual paga aos ocupados somou R$ 207,9 bilhões no trimestre móvel encerrado em outubro, queda de 5,3% ante igual período do ano anterior.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

Veja também

+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Aprenda 5 molhos fáceis para aproveitar o macarrão estocado
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago