Economia

Desemprego bate recorde no Brasil em 2020 e atinge 13,4 milhões de pessoas

Crédito: Marcello Casal jr/Agência Brasil

No ano de 2020, a taxa de desemprego média foi de 13,5%, de acordo com dados divulgados nesta manhã pelo IBGE. Este valor é o maior já registrado desde o início da série histórica em 2012. A taxa de 13,5% verificada em 2020 corresponde a cerca de 13,4 milhões de pessoas na fila por um trabalho no país. O resultado para o ano interrompe a queda iniciada em 2018, quando a taxa ficou em 12,3%. Em 2019, o desemprego foi de 11,9%.

No trimestre encerrado em dezembro de 2020, a taxa de desocupação no Brasil ficou em 13,9%, de acordo com os dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados na manhã desta sexta-feira, 26, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A renda média real do trabalhador foi de R$ 2.507,00 no trimestre encerrado em dezembro passado. O resultado representa alta de 2,8% em relação ao mesmo período do ano anterior. A massa de renda real habitual paga aos ocupados somou R$ 210,724 bilhões no trimestre até dezembro, queda de 6,5% ante igual período do ano anterior, de acordo com o IBGE.

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Descoberta no deserto do Kalahari leva a revisão da origem humana
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS