Esportes

TAS reduz a dois anos punição por doping da nadadora australiana Shayna Jack

A nadadora australiana Shayna Jack, integrante da equipe que detém o recorde mundial dos 4×100 metros nado livre, teve sua pena por doping reduzida de quatro para dois anos, segundo determinação divulgada nesta segunda-feira pelo Tribunal Arbitral do Esporte (TAS).

Jack, de 22 anos, foi suspensa por quatro anos após teste positivo para ligandrol, substância que ajuda a ganhar massa muscular, depois de realizar exame em junho de 2019.

O TAS, principal jurisdição esportiva, considerou que é provável que Jak “não tenha ingerido intencionalmente o ligandrol”, por isso reduziu sua sanção para dois anos, a contar a partir de 12 de julho de 2019.

Essa redução teoricamente permitirá que ela buxque vaga para os Jogos de Tóquio, que começam no dia 23 de julho de 2021, após um adiamento de um ano devido à pandemia.

gj/bsp/ole/pm/lca


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Previsões de Nostradamus para 2021: Asteróide e ‘fim de todo o mundo’
+ 6 fotos em que o design de interiores do banheiro foi um fracasso total. Confira!
+ De biquíni verde cavado Lívia Andrade arranca elogios da web ao tomar banho de sol
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel