Mundo

Talibãs prontos para negociações de paz afegãs após libertação de prisioneiros

Talibãs prontos para negociações de paz afegãs após libertação de prisioneiros

O governo afegão já liberou quase 5.000 prisioneiros talibãs - AFP/Arquivos

Os talibãs afirmaram nesta segunda-feira que estão dispostos a iniciar negociações de paz com o governo afegão após a conclusão da anunciada libertação de 400 prisioneiros do grupo insurgente, aprovada no domingo por uma grande assembleia de notáveis.

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

O destino destes 400 talibãs foi um dos principais obstáculos para o início das negociações de paz, várias vezes adiadas, entre os insurgentes e o governo afegão, que se comprometeu a fazer uma troca de prisioneiros.

Uma grande assembleia integrada por líderes afegãos aprovou no domingo a libertação de 400 prisioneiros talibãs acusados de crimes graves, o que acaba com um dos principais obstáculos para as negociações de paz neste país devastado por décadas de conflitos.

O presidente Ashraf Ghani assinou hoje um decreto ordenando sua libertação, anunciou a presidência.

“O governo afegão iniciará em dois dias a libertação de 400 prisioneiros talibãs”, declarou à AFP o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional, Javid Fasial.

“Nossa posição é clara, se os prisioneiros são libertados, estaremos prontos para as discussões inter-afegãs na semana seguinte”, declarou à AFP o porta-voz dos talibãs Suhail Shaheen, que afirmou que a primeira rodada das negociações acontecerá em Doha.

Ele afirmou também que a primeira fase das negociações acontecerá em Doha e que a delegação dos insurgentes será liderada por Abbas Stanekzai, principal negociador nas conversações com os Estados Unidos que precederam o acordo assinado em fevereiro.

A libertação dos talibãs era um ponto crucial do acordo histórico entre Washington e os insurgentes para uma futura retirada das tropas americanas até meados de 2021, em troca de um compromisso do grupo radical de iniciar negociações interafegãs.

– 5.000 talibãs libertos –

Na troca de presos acordada pelas duas partes, as autoridades afegãs já libertaram quase 5.000 talibãs, mas se recusavam a autorizar a saída dos últimos 400 detentos, envolvidos em atentados graves.

A libertação do grupo foi decidida pela ‘jirga’, que reúne os idosos das tribos e outros homens proeminentes, assembleia que tem a última palavra sobre temas polêmicos.

De acordo com uma lista oficial consultada pela AFP, muitos dos 400 presos são acusados por crimes graves e mais de 150 deles foram condenados à morte.

Também estão no grupo 44 insurgentes que provocam a preocupação do governo dos Estados Unidos e de outros países por seus papéis em grandes atentados.

Entre os detentos que devem ser libertados estão os autores do atentado no hotel Intercontinental de Cabul em 2018, que matou 40 pessoas, incluindo 14 estrangeiros.

Também estão os autores do assassinato em 2003 de Bettina Goislard, uma funcionária francesa do Alto Comissariado da ONU para os Refugiados.

“Esta decisão de libertá-los em meio a uma negociação é incompreensível para nossa família”, afirma um comunicado divulgado no sábado por parentes de Goislard.

O secretário de Estado americano, Mike Pompeo, pediu na sexta-feira a Cabul que apostasse na libertação, uma ação “impopular” para avançar rumo à paz.

str-mam-jds-ecl/jac/pz/mar-af/mb/fp/aa

Veja também

+Após ficar internada, mulher descobre traição da mãe com seu marido: ‘Agora estão casados’

+ Por decisão judicial, Ciro Gomes tem imóvel penhorado em processo com Collor

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea