Brasileiros do Ano 2019

Tabata Amaral: “Gostaria de dedicar o prêmio ao meu time”

Crédito: Marco Ankosqui

A deputada Tabata Amaral (PDT) foi uma das premiadas do evento Brasileiros do Ano, na categoria ‘Política do ano’, organizado pela Editora Três na noite desta segunda-feira (2) em São Paulo. “Quero primeiro agradecer a IstoÉ pelo prêmio. Gostaria de dedicar o prêmio ao meu time, mas também a todos que não se vêm na política. Todos que representam o quão diverso é o nosso país”, afirmou. Além disso, ela também falou sobre a tragédia de Paraisópolis, pedindo desculpas às famílias, e dizendo estar envergonhada com o ocorrido.

Apesar da pouca experiência política, Tabata movimenta-se com desenvoltura pelos corredores da Câmara dos Deputados, em Brasília. Ela acabou de completar 26 anos de idade em novembro, ou seja, elegeu-se com 25 por meio de uma campanha feita praticamente por voluntários.

Na votação da Reforma da Previdência, o PDT fechou questão no voto contrário ao pacote do governo. Tabata se posicionou de acordo com as suas convicções — discordou do anacronismo do partido e votou a favor da reforma. Mais: fez duras críticas ao vice-presidente do PDT, Ciro Gomes, mostrando que, de sua parte, existe sim a possibilidade de um Brasil que desenvolva uma nova política com olhos na contemporaneidade do mundo.

Tópicos

tabata amaral