Esportes

Sylvinho admite que Corinthians ficou devendo no clássico: ‘Tivemos dificuldades’


O técnico Sylvinho nunca respondeu tantas perguntas desde que chegou ao Corinthians. Após sua primeira derrota em clássicos no ano, o treinador corintiano admitiu que a equipe não foi bem diante do São Paulo, reconheceu falhas na armação e pouca finalização e reconheceu que é necessário uma melhora se a equipe quiser sonhar com vaga na Libertadores.

“Primeiro clássico que acabo perdendo, fica uma sensação ruim, não é boa. Se tivermos que fazer comparações, não foi bom, vencemos Palmeiras com méritos, hoje tivemos mais dificuldades, não foi um bom jogo”, lamentou. “Temos que melhorar, o campeonato é difícil”, reconheceu.

Foram tantas explicações que o técnico deu, todas em uma espécie de mea-culpa. Parece que tudo de errado no Morumbi foi culpa dele. E ele não se esquivou. Até tentou explicar o fato de não buscar melhorar o time no intervalo com alguma mudança após primeiro tempo péssimo.

“No intervalo a substituição não foi feita porque a gente faz correções, o meio-tempo é o momento para isso. Você tolera cinco ou dez minutos no segundo tempo, foi quando fizemos a mudança do Gustavo. Entendíamos que havia possibilidade do Adson, depois a performance física vai caindo, ele estava há muito tempo inativo”, justificou. “Aí tivemos que reconduzir o Gustavo (Mosquito) pela direita, onde no primeiro momento ele já faz um cruzamento. Gustavo se dá bem pela direita, tem boa performance. Trouxemos o GP para dentro com a saída de Cantillo para conseguirmos oportunidades nas entrelinhas.”

Para ele, porém, o que decidiu o jogo foram os apáticos dez minutos iniciais. “Todo mau momento durante uma partida de futebol se paga, paga caro. Tivemos os primeiros dez minutos com uma dificuldade da qual todos nós entendemos, não é só uma questão de rotação, não, é uma questão de duas ou três jogadas agudas do São Paulo”, disse. “Tínhamos isso claro em estratégia de jogo, sabíamos que o Reinaldo tinha passagem forte e chegamos a treinar isso. Foram dez minutos que o adversário esteve melhor que nós, e isso custa bastante. Qualquer momento da partida em que você esteja um pouco abaixo, pode custar caro. O campeonato é equilibrado, as forças se equivalem”, lamentou.

“Por jogar em casa, o São Paulo saiu bem forte, mas foram questões técnicas, de se colocar em campo. Nós entendíamos aquele começo, não estivemos à altura, pagamos um preço caro por aqueles dez minutos e depois o jogo ficou equilibrado. A partir daí, qualquer um podia fazer o gol.”

Mas o Corinthians não fez. Muito por Sylvinho prender os laterais. Questionado sobre isso, ele se irritou na coletiva. “Fábio (Santos) tem duas, três assistências. Fagner também tem uma, já passou do meio também. Quando dá passam do meio-campo só que, primeiro, são defensores. Se eu quiser um atacante, ponho GP (Gabriel Pereira)”, afirmou, irritado após perder o primeiro clássico. São outros três empates e uma vitória sobre o Palmeiras.


Saiba mais
+ Morre a atriz Noemi Gerbelli, a diretora Olívia da novela 'Carrossel', aos 68 anos
+ Modelo brasileiro se casa com nove mulheres e vira notícia internacional
+ Horóscopo: confira a previsão de hoje para seu signo
+ Receita simples e rápida de asinhas de frango com molho picante
+ Conheça o suco que aumenta a longevidade e reduz o colesterol
+ CNH: veja o que você precisa saber para a solicitação e renovação
+ Vídeo de jacaré surfando em Floripa viraliza na internet
+ Veja quais foram os carros mais roubados em SP em 2021
+ Expedição identifica lula gigante responsável por naufrágio de navio em 2011
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Descoberto na Armênia aqueduto mais oriental do Império Romano
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais