Esportes

Sul-Americana: Red Bull Bragantino vence o Talleres e segue na briga por vaga nas oitavas

Resultado coloca a equipe brasileira na primeira colocação do grupo G, porém terá que torcer por um tropeço do Emelec sobre o Tolima; revés elimina os argentinos do torneio

Sul-Americana: Red Bull Bragantino vence o Talleres e segue na briga por vaga nas oitavas

Ressurgindo no grupo G da CONMEBOL Sul-Americana, o Red Bull Bragantino deu um salto imenso de olho em uma vaga nas oitavas. Na noite desta terça-feira, a equipe brasileira visitou o Talleres, no estádio Mario Alberto Kempes, em Córdoba, e saiu com uma vitória suada por 1 a 0 graças ao gol de Helinho, ainda na etapa inicial.

Com o resultado, o Massa Bruta chegou aos 9 pontos, pulando para a primeira colocação na chave de forma provisória, já que o Emelec, que jogará na rodada contra o Tolima, nesta quarta-feira, poderá seguir na ponta em caso de vitória sobre os colombianos. Já a equipe argentina, com o revés sofrido, acabou ficando na 3ª posição com seus 5 pontos, e não tem mais chances de classificação na última rodada.

COMEÇO DE JOGO COM BOAS CHEGADAS DOS DOIS LADOS

Nos primeiros 10 minutos, ambos os times não queriam saber de sofrer pressão, e logo de início pressionavam as saídas de bola um do outro. Com o tempo passando, quem conseguiu oferecer o primeiro susto foi o Talleres, com Michael Santos, numa bola para fora. Já na sequência, Helinho tentou surpreender o goleiro Herrera que acabou levando a melhor sobre o atacante mandando para escanteio.

Seguindo no mesmo panorama, as duas equipes ainda buscavam abrir o placar. Em novas chances, sendo uma para cada lado, os argentinos chegaram com Auzqui, porém seu chute cruzado acabou indo para fora. Já a chance dos brasileiros foi com Claudinho, aos 20 minutos, que aproveitou um erro da defesa, mas a finalização do camisa 10 do Braga também foi para longe do gol.

+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça

MASSA BRUTA ABRE A CONTAGEM

Passado o momento de equilíbrio, a equipe brasileiro começou a pressionar mais o adversário. E deu certo. Aos 27 minutos, Claudinho, em uma nova roubada de bola, tabelou com Helinho dando a deixa para o camisa 11 balançar a rede do arqueiro do clube de Córdoba. Red Bull 1 a 0.

SEGUNDO TEMPO COM O RED BULL AINDA MELHOR

Em vantagem no placar, o time de Maurício Barbieri voltou para a segunda etapa na esperança de ampliar. Em uma primeira tentativa, aos 14 minutos, Artur chegou a finalizar contra o gol do camisa 22 do Talleres, mas o tento foi anulado por conta de impedimento na jogada.

TÉCNICOS RECUAM PARA AS SUBSTITUIÇÕES

Tentando recuperar-se no jogo, o treinador do Talleres, Alexander Medina, promoveu então algumas trocas apesar de estar com mais posse de bola. Em suas mudanças, colocou José Mauri e Mauro Ortiz buscando melhorar seu setor ofensivo.

Por outro lado, Barbieri não ficou para trás. Vendo o adversário tentando melhorar em campo, fechou a zaga colocando Ligger no lugar de Helinho, visando manter a vitória simples.

VISITANTES SEGURAM OS ARGENTINOS NA RETA FINAL

Com mais algumas substituições, Barbieri sabia que sua equipe iria sofrer até os acréscimos do árbitro. Sendo assim, totalmente fechado, o Red Bull Bragantino não deu espaços ao rival, garantido assim mais 3 pontos para continuar sonhando com sua classificação rumo ao mata-mata da competição continental.

FICHA TÉCNICA
TALLERES x RED BULL BRAGANTINO – FASE DE GRUPOS DA SUL-AMERICANA
Estádio: Mario Alberto Kempes, em Córdoba (ARG)
Data: 18 de maio de 2021, às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Leodan Gonzalez (URU)
Assistentes: Pablo Llarena (URU) e Agustin Berisso (URU)
Cartões amarelos: Luan Cândido, Léo Ortiz e Aderlan (RBB) / Mac Allister e Fragapane (TAL)
Cartões vermelhos:

GOL: Helinho, 27’/1ºT

TALLERES (Técnico: Alexander Medina)
Herrera; Tenaglia, Pérez, Hincapié e Díaz; Mac Allister (Mauri, 9’/2ºT), Méndez (Mauro Ortiz, aos 21’/2ºT) e Martino (García, no intervalo); Fragapane, Auzqui (Soñora, aos 29’/2ºT) e Santos.

RED BULL BRAGANTINO (Técnico: Maurício Barbieri)
Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Léo Ortiz e Edimar (Natan, aos 46’/2ºT); Luan Cândido (Jadsom, no intervalo), Ramires e Claudinho (Tomás Cuello, aos 37’/2ºT); Artur, Ytalo (Jan Hurtado, aos 46’/2ºT) e Helinho (Ligger, aos 14’/2ºT).

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Nua, Cleo Pires exibe tatuagens em novos cliques
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Ex-parceiro de Cristiano Araújo é encontrado morto
+ Policial militar mata a tiros quatro pessoas em pizzaria de Porto Alegre
+ Sérgio Mallandro diz que atrapalhou sexo de Xuxa com Ayrton Senna
+ Mano Brown se irrita com possível acerto do Santos com volante do Corinthians: ‘Tá tirando’
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago