Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

Não foi do jeito que Eduarda Westemaier Ribera, a Duda, esperava, mas a convocação para Jogos de Inverno de Pequim aconteceu. A jovem, de 17 anos, estava retornando para o Brasil após competições na Europa quando foi avisada que iria substituir Bruna Moura no esqui cross-country.

Moura foi vítima de um acidente de carro a caminho do aeroporto de Munique e teve de dar adeus aos Jogos Olímpicos de Pequim. Com isso, o Brasil será representado por Duda, que desembarcou em Pequim na última sexta-feira (28).

“Fiquei muito ansiosa, porque estava me aprontando para ir para casa, quando fui convocada. No início foi muito difícil acreditar que tudo isso estava acontecendo. Estou muito feliz por estar aqui e desejo melhoras para a Bruna. Vou dar o meu melhor por mim e por ela”, disse Duda ao GE.

“É muito doido disputar uma Olimpíada aos 17 anos, mas é uma felicidade imensa também por estarem acreditando em mim e no meu potencial. Fiz uma temporada muito boa e acho que estou preparada para dar o meu melhor”, ressaltou.

Em Pequim, Duda vai representar o Brasil nas provas de 10km de esqui clássico, o sprint e o team sprint. Além dela, a família Ribera também vai estar em Pequim com Cristian Ribera, irmão de Duda, que vai competir na Paralimpíada de Inverno.

“Ele ficou muito feliz com a minha classificação e eu estou muito feliz pelo momento dele também. Nossa relação é muito bom, conversamos muito sobre as nossas carreiras e um está sempre dando força ao outro. Espero ver o meu irmão no pódio na Paralimpíada”, completou.