Medicina & Bem-estar

Suave remédio contra a infecção

Dormir bem melhora a eficiência do sistema de defesa do corpo contra vírus e bactérias

Crédito: millann

AUXÍLIO A descoberta pode fortalecer pacientes com o sistema imunológico enfraquecido (Crédito: millann)

Quando alguém pega um resfriado, é comum que ele ouça a recomendação para tentar dormir bem. Depois de uma boa noite de sono, diz o consenso popular, o indivíduo acorda com outra disposição. Na semana passada, cientistas alemães descreveram as razões pelas quais isso acontece. O sono de qualidade fortalece o sistema de defesa do corpo para lutar contra vírus e bactérias.

A ajuda se dá por meio de um complexo caminho fisiológico. De acordo com o que descreveram os pesquisadores da Universidade de Tubingen na última edição do Jornal de Medicina Experimental, o sono facilita a ação dos linfócitos T, células do sistema imunológico responsáveis pelo reconhecimento, ataque e destruição das células infectadas. Faz isso ao permitir o aumento da produção de uma proteína, a integrina, necessária para que os linfócitos se liguem às células a serem mortas.

Eles descobriram o mecanismo ao comparar a concentração da substância, cujo papel já era sabido, entre voluntários acordados e dormindo. Estes últimos apresentavam um total muito maior do que os integrantes do primeiro grupo. “O sono tem o potencial de melhorar as respostas das células T”, disse Luciana Besedovsky, uma das cientistas participantes. “Isso é particularmente importante em situações em que precisamos muito dos linfócitos, como no caso de pacientes com câncer. Eles ajudam a atacar e destruir as células tumorais.” CP

 

Tópicos

saude sono