Brasil

SP: servidores e PMs entram em choque durante votação da reforma da Previdência

Crédito: Reprodução/ YouTube

A tropa de choque da Policia Militar de São Paulo voltou a intervir para evitar a entrada de manifestantes no plenário da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), na sessão desta terça-feira, 3, convocada para a votação do segundo turno da reforma da Previdência paulista.

Por causa das manifestações, a PM revidou com spray de pimenta e disparos não letais os servidores que protestam contra a medida, arremessando objetos. Imagens da GloboNews mostravam que o confronto ainda ocorria às 11h50. A sessão no Plenário da Casa continua ocorrendo, apesar do forte clima de disputa do lado de fora. Mais cedo, os parlamentares aprovaram um requerimento para que a votação da reforma da previdência fosse nominal.

Assista:

Veja também

+ Confira 4 dicas para descobrir se o mel é falsificado

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar