Geral

SP: Serial killer conhecido como ‘Monstro da Favela Alba’ é condenado a 103 anos

Crédito: Reprodução/ Record TV

Jorge Luiz Moraes de Oliveira, conhecido como “monstro da Favela Alba" (Crédito: Reprodução/ Record TV)


O Tribunal do Júri de São Paulo condenou na quinta-feira (17) Jorge Luiz Moraes de Oliveira, conhecido como “monstro da Favela Alba“, por homicídio qualificado e ocultação de cadáver de cinco pessoas. De acordo com a acusação, os crimes aconteceram na favela Alba, no bairro Jabaquara, em São Paulo (SP), no decorrer do ano de 1995.

Jorge Luiz foi preso em 2015, acusado de ao menos seis assassinatos na comunidade. No julgamento realizado no Fórum Criminal Ministro Mario Guimarães -Barra Funda, nesta semana, a pena total foi fixada em 103 anos, em regime inicial fechado.

O julgamento durou dois dias. Testemunhas  foram ouvidas e o réu foi interrogado por videoconferência. Os jurados reconheceram as qualificadoras de motivo torpe, meio cruel, recurso que dificultou a defesa das vítimas e feminicídio.

De acordo com a denúncia, o acusado possui comportamento psicopata e escolhia vítimas de determinado perfil, como mulheres homossexuais, transexuais, travestis e viciados em droga. O júri foi presidido pelo juiz Claudio Juliano Filho, da 1ª Vara do Júri da Capital.

Conforme a sentença, a prisão cautelar do acusado fica mantida, “por permanecerem as circunstâncias fáticas e jurídicas, agora reforçadas com a condenação pelo Tribunal do Júri”. Cabe recurso da decisão.