Cultura

SP: Secretaria de Cultura deve apoiar até 5 mil projetos inscritos em programa de incentivo

A pasta destinará R$ 256 milhões dos recursos da Lei Aldir Blanc aos 25 editais e R$ 21 milhões para a renda básica emergencial, que inicia pagamento nesta quarta-feira

Crédito: Secretaria da Cultura e Economia Criativa de SP/Divulgação

A Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Estado de São Paulo deve apoiar cerca de 4 mil dos 5 mil projetos culturais inscritos no ProAC LAB com recursos da Lei 14.017/20, conhecida como Lei Aldir Blanc, criada para mitigar os impactos da pandemia do novo coronavírus.

“Teremos R$ 256 milhões para os editais e R$ 21 milhões para a renda básica”, explica o secretário Sérgio Sá Leitão. “Montamos uma força-tarefa, iniciada há três semanas, para dar conta de tantos projetos até o fim do ano.”

A pasta estima apoiar a realização e premiar 4 mil projetos e profissionais do setor cultural de todas as regiões do Estado, com uma média de R$ 41,6 mil por beneficiado – os valores das linhas variam de R$ 5 mil a R$ 200 mil. Ao menos 50% dos recursos serão destinados a proponentes do interior e do litoral.

Os processos de avaliação dos projetos culturais cadastrados nos editais estão previstos para serem finalizados até o final do ano, bem como o início dos pagamentos. Os proponentes podem acompanhar o status por meio dos e-mails: callcenter@apoioprodesp.sp.gov.br; duvidaseditaisproaclab@sp.gov.br e duvidasplataformaproaclab@sp.gov.br

Recorde


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

Considerando os R$ 177,2 milhões do ProAC ICMS, do ProAC Editais e do Juntos Pela Cultura, oriundos do próprio Estado, a Secretaria está aportando este ano um total de R$ 437,2 milhões em 8,8 mil projetos culturais, com a geração de 132,5 mil empregos e um impacto econômico de R$ 657,8 milhões. “É um resultado 8 vezes maior que o de 2019, que já havia sido recorde”, diz Sá Leitão.

 

Auxílio emergencial

Nesta quarta-feira 25/11 começa o pagamento da renda básica emergencial para os cerca de 7 mil artistas e profissionais do setor cultural aptos a receber o auxílio da Lei Aldir Blanc. A plataforma www.dadosculturais.sp.gov.br recebeu em cerca de dois meses 14 mil inscrições. Os beneficiários receberão R$ 3 mil em parcela única ou, no caso de mãe/provedora, o valor dobrado.

A Secretaria está fazendo a checagem final dos cadastros e estima que 50% dos inscritos não atendam aos requisitos legais. “Infelizmente a lei restringiu muito o universo de potenciais beneficiados”, afirma Sérgio Sá Leitão.

Os profissionais devem acompanhar o processo diretamente na plataforma com login e senha cadastrados no momento da inscrição ou pelo e-mail: auxiliocultura@turismo.gov.br.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Veja o significado dos 10 sonhos mais comuns
+ 6 fotos em que o design de interiores do banheiro foi um fracasso total. Confira!
+ Ex-jogadora de futebol, Madelene Wright, começa a vender fotos sensuais após ser demitida do time
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel