Geral

SP registra 337 mortes e 15 mil novos casos de coronavírus nas últimas 24 horas

O Estado de São Paulo registrou 337 mortes e 15.371 novos casos pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo informou o governo estadual nesta terça-feira, 4. No total, são 575.589 infectados e 23.702 óbitos.

+ Mourão, sobre ser vice de Bolsonaro em 2022: ‘Estou trabalhando para isso’

Projeções feitas pelo Centro de Contingência contra a covid-19 estimam que o Estado de São Paulo pode ter entre 26 mil e 31 mil mortes pelo novo coronavírus até o dia 15 de agosto. Em números de casos confirmados da doença, a estimativa é de que, até esta data, o Estado tenha entre 620 mil a 720 mil casos. As estimativas foram apresentadas em coletiva de imprensa na última segunda-feira.

A taxa de ocupação dos leitos de UTI na Grande São Paulo é de 59,3%. No Estado, de 60,8%. O Estado tem 5.099 pacientes internados em leitos de terapia intensiva e 7.164 em leitos de enfermaria. São 383.713 casos recuperados e 72.109 altas hospitalares no total.

Segundo a secretaria de saúde, entre as pessoas que já tiveram confirmação para o novo coronavírus estão 268.406 homens e 301.262 mulheres.

Veja também

+ Ford anuncia local e investimento de US$ 700 milhões em fábrica que criará F-150 elétrico

+ RJ: tráfico promete caçar quem gravou equipe do Bravo da Rocinha: ‘Vai morrer’

+ Hubble mostra nova imagem de Júpiter e sua lua Europa

+ Após morte de cachorro, Gabriela Pugliesi adota nova cadela

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea