Geral

SP: Polícia prende suspeita de dopar e aplicar golpes em aplicativos de relacionamento

Crédito: Reprodução/Record TV

Gisele foi presa após denúncia de motociclista (Crédito: Reprodução/Record TV)

A Polícia Militar prendeu Gisele Reis Gonçalves na última segunda-feira (23), em São Paulo, acusada de aplicar o golpe “boa noite, Cinderela” em diversas vítimas depois de receber o benefício da saída temporária e não retornar ao presídio. As informações são do portal R7.



+ Gabi Brant veste shorts de quando tinha 17 kg a mais: ‘Nem precisei abrir o zíper’
+ ‘Não pode nem sorrir porque ofende quem é banguela’, diz Karina Bacchi sobre críticas
+ OVNIs: Pentágono revela mais de 1.500 documentos secretos

Gisele foi detida inicialmente em 11 de janeiro de 2021, acusada de roubo e com pena de até 15 anos de prisão. Ela usava uma aplicativo de relacionamentos para marcar encontros com vários homens e o levava-os até seu apartamento.

No local, Gisele aplicava o golpe, roubando dinheiro e cartões das vítimas. Nas investigações, a polícia descobriu que a acusada atuou cinco vezes em duas semanas. Ela foi presa quando agentes da Polícia Militar foram informados por um motociclista que estaria na região do Aricanduva, na zona leste de São Paulo.

Quando foi abordada pelos policiais, a suspeita usou o nome falso Bárbara, mas depois revelou sua identidade real, fazendo com que os agentes efetuasse a prisão e a levassem para a delegacia.