Geral

SP: Polícia Militar apura conduta de policiais em abordagem a motorista

Crédito: Arquivo pessoal

A motorista Liliane Borges Monteiro, de 49 anos, afirma ter sido agredida por um policial militar durante uma abordagem em Bauru (SP) no último dia 5 de fevereiro. A mulher abordada ficou com o rosto bastante machucado. A Polícia Militar de São Paulo instaurou um inquérito para apurar a conduta dos policiais envolvidos. As informações são do G1.

No dia do ocorrido, os agentes registraram um boletim de ocorrência por desacato, embriaguez ao volante e lesão corporal decorrente de oposição à intervenção policial. De acordo com os policiais, a equipe estava em patrulhamento quando se depararam com um veículo transitando com faróis apagados e o limpador traseiro ligado, apesar de não estar chovendo.

Conforme os PMs, a motorista foi abordada e os agentes constataram que ela e o passageiro apresentavam forte odor etílico. Os policiais solicitaram que a mulher fizesse o teste do bafômetro, mas ela teria recusado. Por conta disso, a equipe avisou que ela seria autuada e que, se ninguém pudesse buscar o veículo, ele seria apreendido.

Ainda segundo o boletim de ocorrência, a mulher teria começado a ofender a equipe e, quando o guincho foi acionado, ela se recusou a sair do carro. Os agentes informaram ainda que, ao ser retirada do veículo, ela investiu contra o policial, que aplicou uma queda contra a mulher, fazendo com que ela batesse o rosto no chão.

Motorista diz que carro estava estacionado

Em entrevista ao G1, Liliane afirmou que estava com o veículo estacionado durante a abordagem policial e, por isso, não havia como estar dirigindo embriagada. À polícia, ela contou que foi arrastada pelos cabelos enquanto tentava sair do veículo e o policial a jogou com o rosto virado para o chão. Por causa disso, ela teve vários ferimentos, precisou levar pontos no nariz e fazer uma tomografia.


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



Em nota ao G1, a PM informou que, como ela se recusou a sair do veículo, “um dos policiais segurou-a pelo braço pedindo para que saísse do carro, porém, ela não obedeceu à ordem e investiu contra os militares, sendo necessária a utilização do uso escalonado e moderado da força para contê-la”.

Veja também

+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ ‘Dói pra caramba’, revela Anitta sobre tatuagem íntima
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS