Geral

SP: Padrasto confessa que matou e decapitou enteada de apenas 1 ano

Crédito: Reprodução/Record TV

Na última terça-feira (13), Diogo da Silva saiu para passear com a enteada, de apenas 1 ano e 5 meses, e ela nunca mais foi vista com vida.

Diogo saiu com a enteada de bicicleta para marcar uma consulta para o irmão da bebê, esse foi o último momento que a menina foi vista com vida. Em entrevista concedida à Record TV, ele disse que deixou a menina com um desconhecido para ir ao banheiro. Porém, após ficar 30 minutos no local, quando ele voltou, não encontrou mais nem o homem e nem a criança.

Durante a entrevista, o criminoso entrou em contradição e disse ter ficado apenas 5 minutos no local, e não os 30 minutos relatados anteriormente. De acordo com a delegada Renata Costilhas, que acompanha o caso, após as contradições, Diogo confessou o crime e indicou o local onde abandonou o corpo da criança.

O criminoso confessou que tirou a vida da enteada e que arrancou a cabeça com uma faca. Os policiais localizaram o corpo da criança, que foi encontrada decapitada.

Digo da Silva foi preso e a polícia continuará investigando o crime.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

 

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Boletim médico de apresentador da RedeTV! indica novo sangramento no cérebro
+ Yamaha se despede da SR 400 após 43 anos de produção
+ Cientista desvenda mistério do monstro do Lago Ness. Descubra!
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel