Geral

SP: Mulher é espancada com pá pelo ex e leva mais de 40 pontos na cabeça

Crédito: Arquivo pessoal

A Polícia Civil está procurando um jardineiro, de 39 anos, que agrediu a ex-mulher com uma pá de construção quando ela saía do trabalho em Bertioga, no litoral de São Paulo. A mulher, de 42 anos e que trabalha como empregada doméstica, levou mais de 40 pontos na cabeça e ficou com hematomas nas pernas e braços. As informações são do G1.

Em entrevista ao G1, a vítima, que não quis se identificar, contou que ela e o homem haviam terminado o relacionamento há cerca de de três meses. O casal esteve junto por um ano e chegaram a morar na mesma residência. Antes de começar a namorar, os dois eram amigos e até trabalharam no mesmo local.

De acordo com a mulher, o homem não teria aceitado o fim do relacionamento. “Ele sempre pedia para voltar, mas eu não queria mais”, afirmou ao G1. Conforme o relato da doméstica, a agressão ocorreu quando ela estava saindo da casa de veraneio dos patrões, que já haviam voltado para a cidade onde moram.

“Quando eu acabei [o serviço], fechei toda a casa e só encostei a porta da frente. Do nada, ele entrou na casa com uma pá de pedreiro e trancou a porta, porque ele tem acesso, também, pois já trabalhou lá. Ele só me chamou, e eu perguntei: ‘o que foi?’. Ele já estava com a pá para o alto”, explicou a mulher.

Medo de golpe fatal

Ao G1, a vítima contou que homem a agrediu com a pá, deu socos, puxou o cabelo dela e a arrastou pela casa. Ela afirmou ainda que a todo momento tentou segurar a ferramenta, pois tinha medo que ele desse um “golpe fatal”. “Fiquei muito tonta, mas não cheguei a desmaiar”, relatou.

Ainda segundo a mulher, ela conseguiu fugir, após empurrar o homem uma das portas da casa, que estava somente encostada. E correu para fora do imóvel e pediu ajuda para quem passava. O suspeito fugiu e ela foi socorrida ao ambulatório do condomínio. Depois, ela foi encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da cidade.

“Se eu não fosse uma mulher forte, não ia estar viva para contar. Espero que isso seja resolvido e eu saia ilesa disso, porque estou com medo de ele voltar para terminar o serviço”, concluiu a mulher. O caso foi registrado como lesão corporal e violência doméstica na Delegacia Sede de Bertioga.

Saiba mais
+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Chamada de atriz pornô, Yasmin Brunet irá processar mãe de Gabriel Medina
+ Mulher divide marido com mãe e irmã mais nova: ‘Quando não estou no clima’
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio