Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

No domingo (24), um homem embriagado, de 20 anos, tentou fazer uma conversão em um local proibido, invadiu a calçada do outro lado da via, atropelou e matou Lucas Matheus Nascimento de Andrade e a sua namorada, Samara Dhuarda Miller Bispo. O casal estava na frente de uma casa noturna, na avenida Lino José de Seixas, em São José do Rio Preto (SP). O motorista foi preso, mas liberado após audiência de custódia. As informações são do UOL.

Os dois jovens, de 20 anos, foram prensados contra uma árvore. Depois, o Corpo de Bombeiros foi acionado. Infelizmente, Lucas morreu no local. Já Samara chegou a ser socorrida em estado grave e levada para o Hospital de Base, onde passou por cirurgia e, na sequência, teve morte encefálica.

O motorista, que não teve a identidade revelada, foi preso em flagrante e encaminhado à Delegacia de Investigações Gerais (DIG). Ele confessou em depoimento à polícia que havia consumido bebida alcoólica. O teste do bafômetro confirmou o relato. Também afirmou que o carro pertence ao seu sogro e a sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH) é temporária.

Após audiência de custódia, o rapaz vai responder em liberdade por homicídio culposo (quando não há intenção de matar) na direção de veículo automotor.

O corpo de Lucas Matheus Nascimento de Andrade foi enterrado na tarde de domingo em um cemitério da região. Já o de Samara, encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) e ainda não há informações sobre o velório.

“A Samara era a melhor pessoa que a gente poderia ter na vida. Ela era muito alegre e deixava todos felizes com a sua presença. Ela fazia de tudo pela mãe e pelas irmãs. Uma pessoa muito humilde e que, se fosse preciso, ela tirava dela para dar para quem precisasse. Uma pessoa maravilhosa, jovem, que teve a vida tirada por um ser humano bêbado”, disse Taína Caroline, amiga de Samara.