Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

A sede do jornal Folha da Região, em Olímpia (SP), foi alvo de um incêndio nesta quarta-feira (17). No local também funciona o portal IFolha e uma rádio comunitária. Além disso, no piso de cima mora o jornalista José Antônio Arantes, de 62 anos, editor do jornal, que foi surpreendido com as chamas e a fumaça.

De acordo com Arantes, a suspeita é de que o incêndio tenha sido criminoso. Parte do combustível usado no incêndio foi jogado por baixo da porta do jornal e a outra parte na porta da residência do jornalista.

Conforme Arantes, ele foi acordado pelos latidos dos dois cães. Além do jornalista, estavam na casa a esposa e uma neta, de 9 anos. A família conseguiu apagar o fogo sozinhos.

Jornalista recebeu ameaças

Segundo o jornalista, ela passou a receber ataques e ameaças na última sexta-feira (12). Para ele, o ataque partiu de negacionistas e apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, já que o jornalista tem se posicionado a favor das medidas de isolamento social e fechamento de atividades não essenciais.

“Acredito que a raiva das pessoas, se de fato houver motivação política, se dê mais pela rádio do que pelo jornal e portal. A gente vem sofrendo ataques pela internet de pessoas reacionárias e negacionistas. Tem um grupo de pessoas que ficam o tempo todo pregando o que para mim é uma imbecilidade. Semana passada começamos a sofrer uma campanha muito virulenta porque fazemos defesa intransigente de isolamento e medidas restritivas”, contou Arantes ao jornal Folha de S.Paulo.

Em nota, a Prefeitura de Olímpia manifestou solidariedade ao jornalista e sua família. “Em um momento de tamanha comoção pública, que o país todo enfrenta o seu maior desafio para salvar vidas, é inaceitável e de profunda indignação e tristeza presenciar atitudes como essas”, diz comunicado em nome do prefeito Fernando Cunha (PSD) e secretariado.

A administração informou ainda que vai acompanhar a investigação policial. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil. Imagens de câmeras de segurança da região estão sendo analisadas para tentar chegar ao autor do crime.