Geral

SP: Homem morto após empurrão de namorada seria pai de gêmeos

Crédito: Reprodução

O homem de 39 anos que bateu a cabeça e morreu após uma discussão com a namorada, em Praia Grande, no litoral de São Paulo, seria pai de gêmeos, segundo relatou seu filho de criação nesta segunda-feira (18). As informações são do G1.

O homem chamado Marcos Ramos fazia trabalho voluntário como professor de capoeira, e também trabalhava em uma empresa. De acordo com Richard Henrique Marques Lopes, filho de criação de Marcos, de 19 anos, o pai estava animado para a chegada dos primeiros filhos biológicos, já que seria a realização de um sonho.

Na entrevista ao G1, o jovem comentou que Marcos e sua mãe tiveram um relacionamento há 10 anos, e mesmo após o término, eles mantinham contato.

“Ele conviveu 15 anos com minha mãe e nunca a machucou. Entrou na minha vida quando eu tinha dois anos, não temos o mesmo sangue, mas ele é o meu pai. Cuidou de mim, educou, foi meu pai de verdade. Criou um trabalho espetacular na capoeira com as crianças que mais precisavam. Não posso ter certeza de nada, mas para mim e minha família ele sempre foi uma pessoa muito querida e amada”, disse Richard.

Na sequência, contou que a companheira do pai está no terceiro mês de gestação e que eles estavam juntos há pouco mais de um ano: “Eram os primeiros filhos biológicos dele. Era um sonho do meu pai, ele estava muito feliz com a chegada deles. Sempre que nos víamos conversávamos, não tínhamos um contato diário, mas sempre que eu ou ele precisávamos estávamos ali um para o outro”.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

Nas redes sociais, Marcos Ramos se mostrava animado com o acontecimento. No dia 9 de janeiro, chegou a fazer um post, dizendo: “A ansiedade é tanta que já temos nomes para qualquer combinação de sexo dos nossos gêmeos”, e apresentou as opções, caso fossem dois meninos, duas meninas ou um casal.

A morte do rapaz aconteceu no bairro Solemar. A Polícia Militar foi acionada após a briga, e o Samu constatou o óbito. Segundo informações da Polícia, a mulher relatou que ela e a namorado tinham retornado da praia e estavam discutindo por ele não encontrar a chave do portão. Além disso, ela diz ter sofrido um soco na cabeça, e que a sua reação foi empurra-lo. Em seguida, o homem caiu no chão, bateu a cabeça e não resistiu aos ferimentos.

A namorada, responsável pelo empurrão, foi indiciada por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Ela foi presa em flagrante. O TJ-SP informou que a mulher passou por audiência de custódia nesse domingo, e o juiz concedeu liberdade provisória.

Veja também

+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Aprenda 5 molhos fáceis para aproveitar o macarrão estocado
+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Veja os lugares inusitados onde famosos já fizeram sexo
+ Como saber se um pisciano está apaixonado por você? Descubra como Peixes reage ao amor!
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago