Geral

SP: Festas em mansão causam vandalismos e brigas; prefeitura afirma que local é irregular

Crédito: Arquivo pessoal - Reprodução/G1

No último domingo (23), moradores do bairro Pedra Branca, zona norte de São Paulo, ficaram assustados com uma briga generalizada após uma festa. Segundo eles, essa não foi a primeira vez. Uma mansão tem promovido diversas festas e os resultados são os mesmos: brigas e atos de vandalismo. As informações são do G1.

De acordo com os moradores, os frequentadores das festas atiraram objetos nas residências ao redor, chutam os portões e danificam os carros estacionados na rua.


Uma moradora, que não preferiu não se identificar, afirmou que a sua caixa de energia foi destruída por alguns frequentadores da última festa. A luz foi restabelecida, na segunda-feira (24), quando uma equipe da empresa de energia Enel esteve no local para realizar o conserto.

“É muita gente bêbada, sem controle. Nessas festas chegam a ter mais de 500 pessoas. Estamos aterrorizados”, afirmou outra moradora.

Ao ser questionada, a Secretaria de Segurança Pública (SSP) informou, por meio de nota, que a Polícia Militar foi acionada diversas vezes pelos moradores da região. Porém, quando os agentes chegaram no local, as festas tinham se encerrado “sem a necessidade de intervenção policial”.

Na terça-feira (25), os moradores acionaram novamente a Polícia Militar por causa de mais uma festa. Segundo eles, os agentes foram até o local e mais uma vez não encerraram o evento.

A Prefeitura de São Paulo, por meio da Subprefeitura de Santana e Tucuruvi, informou que a mansão onde as festas ocorrem está irregular, pois não possui licença para funcionar como local de eventos.

Também ressaltou que, na segunda-feira, uma equipe de fiscalização foi até a mansão e orientou o proprietário para que regularize a documentação do local no prazo de 30 dias. Caso isso não seja feito, ele será multado e a residência, fechada.