Economia

S&P DJI anuncia remoção de ações da Rússia em NY e reclassificação do país para ‘standalone’

A S&P Dow Jones Índices (S&P DJI) anunciou em comunicado nesta sexta-feira, 4, sua decisão de retirar ações “listadas e/ou sediadas” na Rússia de todos os seus índices em Nova York a partir do próximo dia 09, terça-feira que vem. Além disso, na mesma data, a empresa vai reclassificar a Rússia de “mercado emergente” para “standalone”.

Ambas as medidas foram tomadas após consulta com participantes do mercado. No caso da remoção das ações russas, American Depositary Receipt (ADR) e Global Depositary Receipt (GDR) também serão incluídas ao bloqueio, segundo o comunicado. Índices na Rússia mantidos pela S&P DJI, como o “S&P Russia BMI” seguirão ativos, mas separados de outros índices de referência globais.


Já a reclassificação da economia russa será feita em reflexo às sanções impostas por potenciais globais e a consequente “deterioração do nível de acesso do mercado russo, que pode afetar a capacidade de investidores replicarem índices da S&P DJI que contenham ativos russos”. Reclassificar a Rússia como mercado emergente envolveria o processo padrão anual de classificação de países, completa a S&P DJI.