Geral

SP: Casal é preso por suspeita de matar jovem carbonizada

Crédito: Reprodução/ redes sociais

O corpo da jovem Vitória Luiza da Silva, de 20 anos, foi encontrado na última quinta-feira (1º), parcialmente carbonizado, em uma rua em Praia Grande, no litoral paulista. De acordo com a polícia, os principais suspeitos do crime são um homem e uma mulher que foram presos na segunda-feira (5). As informações são do G1.

Conforme as investigações, o homem casado mantinha um relacionamento com a vítima, sem que ela soubesse do estado civil dele. No entanto, cerca de um mês antes do crime, a jovem descobriu que ele era comprometido.


No dia 31 de março, um dia antes da morte de Vitória, o homem teria insistido para conversar com a vítima, e deu a entender que não estava mais casado.

Segundo os agentes da 3ª Delegacia de Investigações sobre Homicídios (Deic) de Santos, no dia do crime, um carro prata ficou rondando a área do homicídio. A polícia identificou o motorista, de 25 anos, e a esposa, de 23. As investigações ainda buscam esclarecer a participação de ambos no crime.

Em depoimento, o homem afirmou que o casal procurava drogas para comprar, e que, mais tarde, voltou sozinho para o local, pelo mesmo motivo. A equipe da delegacia especializada vai analisar as mensagens do celular de Vitória. As investigações seguem em andamento.