Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Sócios e funcionários da Animed (Clínica Veterinária Cuidado Animal), em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte, foram denunciados pelo MPMG (Ministério Público de Minas Gerais), nesta terça-feira (26).

De acordo com o R7, a denúncia foi oferecida por causa prática de tortura de animais e supostos golpes contra clientes. Ao todo, 13 pessoas e a própria empresa foram acusadas. Segundo as investigações, o hospital veterinário praticava irregularidades como:

– Retirada de sangue de animais levados para banho e tosa sem autorização dos tutores, com o objetivo de venda;
– Postergação de comunicação ao tutor da morte do animal nas dependências da clínica, para estender o período de internação;
– Simulação de procedimentos em animais mortos;
– Prescrição de medicamentos desnecessários;
– Utilização de remédios proibidos, vencidos e com embalagem adulterada;
– Descarte irregular de lixo infectante para economizar na coleta própria; realização de procedimento cirúrgico sem a autorização do tutor;
– Ocultação de erros cometidos em cirurgias; congelamento de animal morto e posterior descongelamento para simular que o animal acabara de morrer;
– Diagnósticos falsos para justificar internações e tratamentos desnecessários.