Mundo

Sobreviventes do massacre na Flórida se reúnem para debater o uso de armas no país

Sobreviventes do massacre na Flórida se reúnem para debater o uso de armas no país

Cameron Kasky é um dos líderes do movimento "Marcha Para Nossas Vidas"

Estudantes que sobreviveram ao massacre da semana passada que deixou 17 mortos em uma escola na Flórida, Estados Unidos, vão se reunir para debater o uso de armas no país. As informações são do jornal USA Today. Esta é a primeira vez que esse tipo de movimento acontece depois de um ataque a uma escola para dialogar o controle de armas em solo americano.

Organizado pelo March For Our Lives (Marcha Para Nossas Vidas), o evento está previsto para ocorrer no de 14 de Março em Washington. “Políticos estão nos dizendo que não é hora de falar sobre sobre armas. Marcha para nossas vidas acredita que a hora é agora”, disse o grupo após anunciar o encontro.

Na descrição do encontro, o grupo ressalta que a segurança na escola não é um problema político e que um projeto de lei sobre armas deve ser discutido no Congresso rapidamente.