Esportes

Sob protestos, Operário-MT acerta a contratação do goleiro Bruno

O martelo foi batido e o goleiro Bruno é o novo reforço do Operário-MT para a temporada de 2020. A polêmica contratação já vem agitando o estado do Mato Grosso. O jogador de 35 anos cumpre pena em regime semiaberto pelo assassinato de Eliza Samúdio em 2010 e a negociação com o clube de Várzea Grande só foi finalizada depois da autorização do Ministério Público e da Justiça de Varginha (MG).

A diretoria do Operário-MT fechou um avião particular para que Bruno desembarque em Mato Grosso ainda nesta semana. A data de sua apresentação no clube da cidade que fica na região metropolitana de Cuiabá, porém, ainda não foi definida.

Em 2020, o Operário-MT tem um calendário cheio com as disputas do Campeonato Mato-Grossense, Copa Verde, Copa do Brasil e a Série D do Campeonato Brasileiro.

A contratação já vem causando polêmicas. Assim que o negócio foi fechado, o Conselho dos Direitos da Mulher de Mato Grosso soltou uma nota de repúdio e prepara um protesto para essa terça-feira na Arena Pantanal, em Cuiabá.