Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

A sequência de quatro jogos sem vitórias e a saída do clube do G-4 do Brasileiro da Série B definiram o fim do ciclo de Gilmar Dal Pozzo no comando do Sport. O empate contra o Brusque no sábado, em plena Ilha do Retiro, acabou deixando a equipe pernambucana em quinto lugar na classificação. Preocupada com a baixa produtividade do time nos últimos jogos, a diretoria optou pela mudança. A demissão foi anunciada em postagem nas redes sociais do clube na manhã deste domingo.

A cúpula do Sport trabalha agora para tentar anunciar logo um novo nome, já que o calendário reserva dois jogos complicados para o rubro-negro nas próximas rodadas. Na próxima terça, o encontro é com o líder Cruzeiro e, na sequência, o desafio é diante do Vasco. Os dois jogos são fora de Recife.

O empate de 0 a 0 com o Brusque azedou ainda mais a relação de Dal Pozzo com a torcida. Durante a partida, o técnico foi xingado e, ao final do confronto, deixou o campo sob vaias. Um dos pontos mais criticados da equipe é o setor ofensivo. O treinador deixa o Sport com o segundo pior ataque da competição: nove gols marcados.

Caso o Sport não defina um substituto, o time deve ser comandado por um treinador interino. Em sua passagem pelo Sport, Dal Pozzo trabalhou em 21 jogos com oito vitórias, nove empates e quatro derrotas.

Entre os nomes cotados para assumir o futebol do clube, Guto Ferreira, demitido pelo Bahia na madrugada deste domingo, aparece como favorito. Contra o técnico, no entanto, pesa uma pendência de pouco mais de R$ 900 mil que o Sport precisa quitar.