Economia

Só teremos um ano cheio no turismo novamente em 2023, diz presidente da CVC

O presidente da CVC, Leonel Andrade, disse nesta terça-feira, 22, que o setor de turismo só deve voltar ao movimento pré-pandemia em 2023. “Chegaremos ao fim de 2020 com cerca de 50% do que tínhamos. Em 2021, devemos estar em cerca de 70% e terminar 2022 com 100% do movimento. Assim, só teremos ano cheio em 2023”, afirmou o CEO.

Ele argumenta que as grandes feiras, que movimentam o turismo internacional de negócios, ainda demoram para acontecer enquanto não houver uma vacina. “Torço para estar errado, mas gosto de preparar a empresa para o pior cenário”, afirma Andrade.

Em relação a critérios de sustentabilidade, o CEO diz que a companhia tem ainda tem um longo caminho a percorrer. “Faço uma confissão, precisamos melhorar em relação a sustentabilidade”, afirmou durante a Live da qual participou nesta tarde, promovida pelo jornal O Tempo.

+ “Filho é um inferno e atrapalha”, diz Fábio Porchat sobre não querer ser pai

Ele disse ainda que os clientes e investidores devem ver no próximo ano uma empresa mais diversa em seu quadro de funcionários. “Simplesmente porque os nossos clientes são diversos”, afirmou.

Veja também

+ A incrível história do judeu que trabalhou para os nazistas na Grécia
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela
+ Novo Código de Trânsito é aprovado; veja o que mudou
+Jovem é atropelado 2 vezes ao tentar separar briga de casal em Londrina; veja o vídeo
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel
+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês
+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Educar é mais importante do que colecionar
+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea