Economia

Snap tem prejuízo líquido de US$ 191,7 milhões no 4º trimestre de 2018

A Snap, controladora do Snapchat, apresentou prejuízo líquido de US$ 191,7 milhões no quarto trimestre de 2018, o equivalente a US$ 0,14 por ação. O resultado veio melhor do que o esperado por analistas consultados pela FactSet, que projetavam prejuízo de US$ 0,19 por ação. No mesmo período do ano passado, a Snap apresentou perda de US$ 350 milhões, ou US$ 0,28 por ação. Desde que se tornou uma empresa de capital aberto, a Snap não divulgou lucro, embora o presidente-executivo da companhia, Evan Spiegel, tenha dito que essa é uma meta para 2019.

A controladora do Snapchat também informou que registrou receita recorde no último trimestre. A receita subiu 36% na comparação anual do quarto trimestre, ao passar de US$ 287,5 milhões entre outubro e dezembro de 2017 para US$ 389,8 milhões no mesmo período do ano passado. Os resultados superaram as estimativas de analistas ouvidos pela FactSet, que esperavam receita de US$ 377 milhões no período considerado. Para o primeiro trimestre de 2019, a Snap espera ter receita entre US$ 285 milhões e US$ 310 milhões, um crescimento entre 24% e 34% na comparação com os resultados do primeiro trimestre do ano passado.

Quanto ao número de usuários, a companhia informou que atingiu 186 milhões de usuários ativos diários no quarto trimestre de 2018, o mesmo número visto no terceiro trimestre do ano passado e apenas 1 milhão abaixo do resultado do período entre outubro e dezembro de 2017. “Embora o ano de 2018 tenha sido desafiador em muitos aspectos, estamos orgulhosos das mudanças significativas que fizemos para fortalecer nossa empresa”, disse Spiegel. A Snap deve controlar cerca de 0,5% do mercado de anúncios digitais este ano, atrás do Google, que deve responder por 31,3%, e do Facebook, com 20,5%, de acordo com a empresa de pesquisas eMarketer.

Após a divulgação do balanço com resultados acima do esperado, a ação da Snap saltava 16,05%, para US$ 8,17, nos negócios do after hours em Nova York.