Mundo

Site da campanha de Donald Trump é invadido por hackers

Site da campanha de Donald Trump é invadido por hackers

O presidente Donald Trump durante discurso em Martinsburg, Pensilvânia, 26 de outubro de 2020 - AFP

Hackers invadiram rapidamente o site da campanha do presidente Donald Trump nesta terça-feira (27), a uma semana das eleições americanas, informaram autoridades.

“Este site foi tomado”, dizia a mensagem que aparecia na página donaldjtrump.com, que costuma trazer detalhes sobre comícios e pedidos de arrecadação de fundos.

“O mundo não aguenta mais as notícias falsas espalhadas diariamente pelo presidente donald j trump”, prosseguia a mensagem, segundo a imprensa americana.

O porta-voz da campanha de Trump, Tim Murtaugh, disse que o site foi reparado rapidamente e que nenhum dado sensível ficou comprometido.

“O site da campanha de Trump foi alterado e estamos trabalhando com autoridades da lei para investigar a origem do ataque”, disse Murtaugh.

O site tecnológico Techcrunch reportou que a invasão parece ter sido uma fraude com intenção de coletar a criptomoeda Monero, difícil de rastrear.

Em sua mensagem, os hackers alegavam ter informação confidencial sobre Trump e seus familiares.

Eles instruíram as pessoas a enviarem as criptomoedas para um endereço se quisessem que a informação fosse revelada e para um outro, caso quisessem que permanecesse em sigilo.

Veja também

+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel