Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

ROMA, 17 NOV (ANSA) – Os maiores sindicatos da Itália anunciaram nesta terça-feira (17) uma greve nacional no funcionalismo público para o próximo dia 9 de dezembro.   

A paralisação foi decidida após a aprovação da Lei Orçamentária de 2021 pelo governo italiano. Segundo as organizações sindicais, o texto não destina recursos suficientes para a renovação dos contratos na administração pública e para garantir a estabilidade dos servidores.   

“Na falta dos recursos necessários para trabalhar em segurança, para iniciar uma vasta programação de estabilização dos trabalhadores precários e para o financiamento das renovações, proclamamos greve nacional em 9 de dezembro”, diz um comunicado dos sindicatos.   

As entidades afirmam que a paralisação durará o dia inteiro, com “garantia de serviços mínimos essenciais”. A Lei Orçamentária destina 400 milhões de euros para a renovação dos contratos de funcionários públicos, mas os sindicatos alegam que esse montante não é suficiente.   

A ministra da Administração Pública da Itália, Fabiana Dadone, do antissistema Movimento 5 Estrelas (M5S), afirmou que está trabalhando com o Ministério da Economia para garantir mais recursos, porém acrescentou que os sindicatos “exageraram ao brandir o direito de greve frente a um esforço notável em uma situação como essa”. (ANSA).